A Secretaria Municipal de Saúde alerta que mais de ¼ de pacientes que agendou exames ou consultas médicas, não compareceram aos procedimentos solicitados.

Nos meses de março, abril e maio deste ano, 18,38% das consultas marcadas, o paciente deixou de comparecer. Já os exames, 22,00% dos pacientes deixaram de comparecer ao local marcado.

Para ser ainda mais exato nesta questão, nesses três meses citados acima, de 482 exames marcados 106 faltaram e 376 compareceram. De 430 consultas marcadas pela Unidade de Silveiras, 79 pessoas faltaram e 351 compareceram no local marcado.

Para o Secretário da Saúde Claudio Togeiro, essas faltas prejudicam o tratamento do paciente, podendo agravar o quadro clínico. A ausência também pode tirar vaga de outro paciente que está na espera. Com as faltas nossa cidade também pode perder marcações de vagas, dificultando ainda mais o atendimento.

Caso o paciente não possa comparecer ao exame ou consultas, deve comunicar a unidade básica ou o local onde a consulta ou exame foi marcado.

A Secretaria de Saúde trabalha para sempre oferecer um serviço de qualidade, atendendo de forma responsável a questão da saúde de cada munícipe de Silveiras.

 


Nesta semana nossa cidade foi contemplada pelo Projeto Esporte Social, tal programa é uma iniciativa da Secretaria Estadual de Esporte, visando estabelecer parcerias do Governo Estadual com Prefeituras Municipais, oferecendo infraestrutura necessária para práticas esportivas.

Anualmente o Projeto receberá o equivalente a R$ 20.000,00, que será investido na contratação de Professores de Educação Física, além de materiais esportivos (bolas, redes, uniformes, entre outros que se fizer necessário).

Para o Vice-Prefeito João Loló, com a ajuda deste projeto a cidade vai pode contar com mais esportes, além dos jovens aprenderem com a ajuda de profissionais gabaritados para ensinar e incentivar a prática esportiva.

 


Aos munícipes da comunidade do Bairro Bom Jesus, informamos que a torre de sinal de Telefone Celular teve a sua manutenção finalizada. A partir desta sexta-feira (02), o sinal já está liberado em pleno funcionamento, para melhor atender aos moradores do local.
Devido a dificuldade de se encontrar um técnico especializado para tal função, o aparelho defeituoso foi encaminhado para São Paulo, onde foi realizada uma série de testes para aprovação, antes de ser efetuada sua funcionalidade.
A Prefeitura também buscou uma assistência técnica de qualidade e que atendia todas as nossas exigências para atender as necessidades do Bairro do Bom Jesus.
Hoje a empresa que presta serviço está nos atendendo por 70% dos gastos anteriores. Além de estar firmado com a prefeitura, para que todas as vezes que houver um problema, já fazer a manutenção o mais rápido possível, causando assim, menos transtorno a população local.
O pedido de manutenção foi reivindicado pelos moradores daquele Bairro e por vereadores de Silveiras, em especial ao Vereador Sidney Ferreira, morador do Bom Jesus. Assim como todos os pedidos realizados por munícipes, a nova administração municipal não mede esforços para atender.